sexta-feira, 20 de março de 2009

O ritual da Inteligência sem amor


De aparência serena/
fragmentado em muitas faces/
É a descrição que faz de si mesmo.
Elétrico/
evidenciado.
Sempre tentando nivelar num sino ritualizado/
cumprimento de suas obrigações.
Capaz de ser mais certo que os mistérios/
catalogando e calculando tudo num rítimo infreável.
Através dos fatos cerimoniados/
razão da caminhada(...)
O homem que caminha assim está fora do tempo/
além de sua capacidade de frear.
Uma listagem sequêncial de acontecimentos detalhadamente
Exuberante dentro de sua própria criação/
com o seu gênio/
silencioso. o impede/
Visão de uma caminhante(...)
Curiosamente abstrata!
O relâmpago passa/
o que pouco diferencia de mim.
``(...)Através dos fatos e da razão caminha"/
-Sua mente-
sua figura para mim é curiosamente muito abstrata.
Está é a visão de um de um homem paradoxal/
Migrando milagrosamente numa simples viagem/
/maquete de inteligência humana/
"É maravilhoso e improvável o que é impossível"
viver sem prazer.

39 comentários:

Maria disse...

(Obs: ao trocar o serviço "Seguidores" pelo "Friend Connect", o Google simplesmente resolveu colocar como "seguidor anônimo" todos aqueles que seguiam blogs pelo "Seguidores". Se você acompanhava este blog pelo "Seguidores", confira se seu perfil foi alterado pelo Google para "anônimo": clique no botão "Seguir" e acesse sua conta. No alto da caixa do "Friend Connect" vai aparecer sua foto e o link "Configurações". Clique lá. Se você estiver anônimo, irá aparecer a mensagem "Você está seguindo anonimamente". Clique em "anonimamente" e escolha "Seguir publicamente" e depois selecione "Incluir este site no seu perfil" caso você queira aparecer no "Friends Connect" e informar seus amigos que acompanha este blog.
Obrigada!)

Chica disse...

Muito boa tua descrição de alguém que passa pela vida, sem emoções, com frieza, como se estivesse ausente de si mesmo..apenas passa.um beijo,chica

Olavo disse...

Parabens pelo dia do blogueiro..tem selo no blog para vc..
Beijão

Mylla Galvão disse...

É impossível viver a vida sem prazer, se estiver acontecendo isso na vida de alguém,logo seguirá uma fase monótona e sem sentido! Viver sem prazer é o mesmo que viver oscilando sobre um abismo, qualquer momento você pode cair sobre ele e não se encontrar nunca mais!
Tenha um ótimo fim de semana!
Bjs

Luana disse...

Feliz chegada da Primavera =)

dark_soul disse...

tem um meme para si no meu cantinho.
bjos

dark_soul disse...

tem um meme para si no meu cantinho.
bjos

Tatiana disse...

Realmente é totalmente impossível viver sem prazer!
Mais uma bela postagem...que nos faz refletir!
Deixo aqui um abraço carinhoso
e meu desejo de que tenhas um belo final de semana!

Pelos caminhos da vida. disse...

FELIZ DIA DO BLOGUEIRO".

beijooo.

Cris Animal disse...

Que um dia seja mais que visão e mesmo que ainda sendo, que seja andarilho dos mesmos passos, no mesmo compasso. Possível mesmo dentro de todas as impossibilidades.
Real!
Lindo final de semana pra vc., Maria!
beijo
.................Cris Animal

Carla Fabiane disse...

"...eu trocaria uma eternidade de depois da morte, pela eternidade enquanto estou viva."
Clarice Lispector

Demais né?
Bjão pra você!

BC disse...

Hoje venho deixar-te um ramo de flores perfumadas e um sorriso primaveril.
Beijo
Isabel

gabi disse...

oiiiiiiiiiiiii!!!

eu descobri algumas coisas interessantes da vida... é que viver é uma arte abstrata e cada um dá o significado que bem entende... ja descobri há algum tempo mas é sempre actual... assim como o seu poema...

gostei muito!!!

continue o bom trabalho!!!

gabi

:)

Serena Flor disse...

Passando rapidinho pra te desejar um feliz dia do blogueiro e pra te deixar um beijo do tamanho do mundo!
Saudades!

bruxamarytsha disse...

"Migrando milagrosameente numa simples viagem..." e não estamos todos? Lindo, tem selinho pra vc lá no meu, beijocas

Dois Rios disse...

O prazer é a reticências da vida. Há que sempre buscá-lo para dar-lhe sentido.

Lindo poema!

Beijos,
Inês

Daniel Savio disse...

Somos pequenas somas do infinito, pois podemos ser tudo o queremos que nem nos damos conta, mas acabamos nos detendo por causa do medo...

Mas pelo jeito você não em medo deste homem tão "contraditório", então aproveite a felicidade.

Fique com Deus, menina "Borboletas".
Um abraço.

Mai disse...

Ver além do óbvio...

Vim te deixar um abraço, Maria.

Carinho,

Mai

Luísa disse...

Improvável será viver sem inteligentemente gerir o prazer (das coias, das pessoas, das vivências)...~

Beijinho terno!

Alvaro Oliveira disse...

Gostei imenso deste
seu poema. Por vezes
sem nos apercebermos,
estamos a seguir na vida
de forma menos certa.

Um bom fim de semana
lhe desejo neste inicio
de Primavera.

Um beijo

Alvaro Oliveira

A Palavra Mágica disse...

Maria,

Belo e intrigante.

Mais um poema com a seu jeito surreal de escrever.

Beijos!
Alcides

Bhavesh Chhatbar disse...

That photo is giving 2 types of impressions — fugitive and detective :)

My Recent Post: Kaushalya Mata (Vindhyeshwari Mata)
My Blog: Funny, Rare, Artistic, Unique, Weird, Creative

Nade disse...

Olá, querida!
Ontem foi o Dia do Blogueiro, mas eu estava ausente da blogosfera por causa dos compromissos do dia-a-dia e, por isso, não passei pra te dar os parabéns...
Posso dar hoje, então? Parabéns, minha querida! Que continuemos lendo os blogs um dos outros por muitos e muitos anos! Que continuemos tendo mais e mais inspiração para continuarmos escrevendo!
Que Deus te abençoe!

Luana disse...

Feliz dia da Poesia =)

Eduardo Aleixo disse...

Homem ou mulher, assim, para mim, de amor nada tem, é apenas mente, cálculo, controlo, poder...
Inteligente? Claro. Mas amor, não.
Prefiro a bondade à inteligência.
Beijos, que está aí a primavera.
Eduardo

A.S. disse...

Talvez mais que as aparências, seja qual for a forma e substância dos seus símbolos, o homem tem de dar naturalidade a todas as acções e movimentos, projectar as suas dinâmicas linhas em que vibrará o ritmo do sangue e da respiração, porque esta será a realidade do que em nós é, curiosamente, a irrealidade do nosso ideal...


Um abraço Maria...

Maria Dias disse...

Falamos da razão e do amor? O amor nao pensa, a razao sim... O amor nao se pode pesar...Quem pesa,nivela e pensa demais não está a amar.O amor floresce feito a primavera(um dia acontece e se vê cercado de flores) e quem está indo contra os principios desta natureza humana nunca conhecerá o verdadeiro amor.

Te aguardo no meu Avesso...

Beijos

Maria Dias

susaninha disse...

É maravilhoso o improvavel o que é impossivel é viver sem prazer.
O prazer de sonhar, de sorrir, de voar através da imaginação...

Impossivel viver sem prazer...


Beijos

Allek disse...

bellas palabras....

Úrsula Avner disse...

Cara escritora, texto denso, profundo, reflexivo. Sua escrita é admirável. Bjs.

*Lisa_B* disse...

Profundo...de muita reflexão e cuidado na leitura.
Parabéns uma vez mais e obrigada por me permitir acompanhar estes lindos momentos de escrita rica...
Beijinhos

Benny Franklin disse...

Boa, Maria!

Poema de prima: em cacho!

Abçs

ellen disse...

LINDO este poema Maria. Gostei muito!...

Beijinho para si

João Mãos de Tesoura disse...

Viver sem prazer... aí está algo que acho improvável para ser maravilhoso! ;)
Gostei do poema, das contradições, do ritmo, da razão da caminhada!

Beijos

Nilson Barcelli disse...

Cara dupla colega (poética e profissional...), vc escreve muito bem. Neste poema vc tem uma visão muito real do que é o amor racional. Para além disso, disse-o de uma forma que gostei muito.
Este seu poema, resumindo, é excelente.
Beijo.

Sr Joao disse...

gostei

Blogadinha disse...

Belíssimo apontamento.

Obrigado pelo seguimento do blog!
Boa continuação.
Bjo

Michelli Cynthia disse...

euu de novuu aquii...
so lendoo e gostandooo...
depoiss leio mais pq deu sono... rsrsrsrsr


xeruuu

Sandra Daniela disse...

Olá! Adorei e partilhei no facebook... bom trabalho...

Related Posts with Thumbnails

add this