segunda-feira, 23 de fevereiro de 2009

OLHARES


Improviso de olhares...
anseios
olhares que
tropeçam de canto
levanta os cílios,
continua a fala
reflete a chama,
diferentes olhares
sonhos ...
incendeia o palco
apagam-se as luzes,
aplausos ...
Desviam-se os versos,
rumam para outro lugar,
perdido olhar,
escreve-se
sem situar,
poema sem título
chove bem devagar...
jornada extraordináriamente sutil
intercambio originado da leveza da emoção,
além da chuva molhada
imprecisa e graduada,
interessante e inesplicável de olhar
melhor que poder sentir e ouvir a chuva no espaço
molhada lucidez.

10 comentários:

Mamen disse...

Lindoooo¡¡¡;)

BESOOOOSSSSS¡¡¡

Daniel Savio disse...

Engraçado, pois ser for vivendo o poema, parece que ele te leva de um palco a uma casa em meio a chuva (enquanto se toma uma caneca de café)...

Sendo que em ambos os casos, somos o centro destes dois universos "distinto": o do eu sozinho, mas como uma grande platéia a me olhar, e o do eu sozinho com os meus pesamentos...

Desculpa se viajei um pouco na maionese.

Fique com Deus, menina "borboletas".
Um abraço.

Zisco disse...

Adoro olhares, há muito o que dizer sobre eles e com eles, adorei!

Paula Raposo disse...

Um olhar maravilhoso...beijos.

*Lisa_B* disse...

Belíssimo.
PARABÉNS

UMA PAGINA PARA DOIS disse...

Desculpa pela minha ausência, mais estou trabalhando, Florianopolis está lotada de turistas para o Carnaval.
Só passei para desejar um bom fim de Carnaval e uma ótima semana.
Abraços

Olavo disse...

Lindo poema..
Olhar realmente diz tudo.
Beijos

o¤° SORRISO °¤o disse...

Oi Delirios.

Olhares diferentes e diferentes olhares. Tentam ocultar, mas, límpidos, deixam o sentimento transparecer.

QUE SEU CARNAVAL SEJA BEM DIVERTIDO!


♥.·:*¨¨*:·.♥ Beijos mil! :-) ♥.·:*¨¨*:·.♥

* Patty * disse...

É impossível esconder algo olhando diretamente nos olhos.

É entrega na certa!

Beijo grande

ellen disse...

Linnnndo :)

Bjinho

Related Posts with Thumbnails

add this