quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

Viagem

Uma memória insatisfeita
transparente repetição
continuada de mudanças que se esgotam
mensagens compradas
ausentes
fugas de si mesmo.
Submerso em delírios gelados
viajantes
desaparição da alma
fica só a estética
(...), o corpo
neste ritual me encontro com a realidade
Impressão que tenho do real
embora invisível
individual
fica uma mensagem escrita na memória
códigos passando como vozes ditadas
pelo gelo
pela pele
um sorriso ampliado
às vezes, nenhum sorriso
protegido por ele mesmo
fazendo sentir uma mente refinada!
nada mais!


16 comentários:

Cansada de ser boazinha disse...

Estou precisando fazer uma viagem...
Bjos!!

José Carlos Brandão disse...

A vida é uma eterna viagem - delírio, surreal, além da imaginação. Que seríamos nós se não tivéssemos imaginação? Ir além é dar um passo aquém do abismo.
Um abraço.

Paula Raposo disse...

Muito belo!! Beijos.

Delírios das Borboletas disse...

CANSADA DE DE SER BOAZINHA: Podemos combinar, uma viagem depende só de sua vontade e imaginação.
Você poderá ir onde quiser e com quem quiser.
bjs

Mário Margaride disse...

A nossa alma, precisa muitas vezes de uma enorme viagem à volta de si própria.

Belíssimo este poema!

Beijinhos doces...

Mário

Ubi bene, ibi patria disse...

Quantas viagens a vida nos oferece... A começar pela leitura de um texto assim!!

Daniel Savio disse...

Falando da estar perto e ao mesmo tempo longe senhorita?

De viver individualmente mesmo estando juntos?

Fique com Deus, menina "Borboletas".
Um abraço.

Cris Animal disse...

Somos a nossa estrada, nossos desvios. Somos o passaporte de nós mesmos. A viagem perfeita está na alma. E que viagem...começa com o seu querer.
Lindo poema!
beijo
.............Cris Animal

Madame disse...

Viajar.... era tudo que eu precisava...
Já faz tanto tempo que... afinal, isso é de comer ou de passar no pão???

Beijinhos da Madame

Ludmila Roumillac disse...

Adoooooooooro essas viagens... =)


Beijooo

Volúpia disse...

Viajar é bom.. mas colocar-se a par da realidade e com mente sã é algo ainda mais necessário.

Beijos.

EU SOU Jéssica disse...

Estupendo!Valeu a pena ser sua seguidora!
Bjs e até logo!Ha mais uma coisinha:
Nunca digo adeus a ninguém. Nunca deixo que as pessoas mais próximas se vão. Eu as levo comigo onde quer que eu vá.

Belinha disse...

Lindo seu poema...

traços de um homem disse...

Lindo poema,belo.
Beijos

Multiolhares disse...

Não passamos mesmo de almas viajando em corposque um dia já velhos e gastos são despidos

beijos

EU SOU Jéssica disse...

Sobre o que me perguntou, eu diria que não faria nada com essa pessoa, alías eu nem teria coragem, não iria repetir tal ato e nem fazer pior, pois não sou uma pessoa má!

Muita lUZ!
E até logo

Related Posts with Thumbnails

add this