sexta-feira, 23 de janeiro de 2009

Corpos que Giram

o homem contempla a lua
contemplarei a chuva que lava minha
alma banhada de suor.
Que,
no silêncio das rosas
ruas naufragam tranquilas
e o o sol aparece
palavras que voltam
anseios suspensos
corpos que giram
mãos que queimam
rabiscando por mim.

8 comentários:

Palavras de Osho disse...

Belas palavras! Poesia sincera e maravilhosa !

Bjss

Benny Franklin disse...

Seus poemas refletem bem como é grande a poesia paraense.
Parabéns!

Everson Russo disse...

O homem contempla a lua com a mesma intensidade que contempla a beleza de sua musa inspiradora, linda sua poesia...beijos no coração e uma linda semana....

SWAMI SAMBODH NASEEB disse...

Este é a poesia que toca meu coração...
Maravilhoso!
Espaço cheio de luz!
Obrigado!
Naseeb.

O CLARO disse...

...lua que banha e lava minha alma
mãos que rabiscam
seios pontudos e suspensos
em corpos que queimam
delíro ou êstase?

Lindo blogue e poesias.
ABRAÇOCLARO

Cris Rubi disse...

Olá
Obrigada por acompanhar meu blog e assim me dar a oportunidade de conhecer o seu, que é muito lindo
Parabens
bjinhus carinhosos e uam otmia semana ♥

Ang Lo disse...

Nossa Adorei teu canto!!!
Parabéns por tuas palavras, muito belas e bem colocas nas frases... rs
Estou te seguindo agora!!!
Beijão!!

Saara Senna disse...

Adorei o poema, é bem meu estilo rsrs.
Obrigada pelo carinho, também estarei atenta às suas belas palavras.

Ótimo fim de noite!

Related Posts with Thumbnails

add this